Apil/RS realiza sua reunião de março direto da 20ª Expodireto Cotrijal

Apil/RS realiza sua reunião de março direto da 20ª Expodireto Cotrijal

15º Fórum Estadual do Leite trouxe discussões sobre produção do leite e incentivo ao consumo A Apil/RS marcou presença na 20ª Expodireto Cotrijal, em Não Me Toque, para a divulgação da 40ª edição da revista Leite & Queijos. Nessa edição, trouxemos uma entrevista com o Dr. Paulo do Carmo Martins, chefe geral da Embrapa Gado de Leite de Minas Gerais, que esteve presente em um dos fóruns da programação da Expodireto. Na manhã do dia 13 ocorreu o 15º Fórum Estadual do Leite, com três palestras voltadas para o incentivo ao produtor leiteiro. O início do evento contou com a presença de Ana Paula Menegatti, médica veterinária e uma das criadoras da Revista Leite Integral e do Projeto Beba Mais Leite; Dr. Paulo do Carmo Martins, chefe geral da Embrapa Gado de Leite de Minas Gerais; além do Dr. Glauco R. Carvalho, economista da Embrapa Gado de Leite. Ana Paula Menegatti ressaltou campanhas como a #BebaMaisLeite como forma de valorização do produto leite para o consumo e saúde da população e explicou que o projeto trabalha com agenda positiva, ao realizar palestras e eventos que contam com a parceria de personalidades como médicos, pediatras e educadores físicos. O Dr. Paulo do Carmo Martins iniciou falando sobre as revoluções tecnológicas e sobre como elas modificaram a forma da população de consumir produtos e serviços. Dr. Paulo ressaltou que o produtor deve entender que o mundo mudou e citou “inteligência e precisão” como as novas palavras chave da economia. O Dr. Glauco Carvalho apontou a região sul pelo forte crescimento da produção e pelo desempenho maior do que o restante do...

Encontro da cadeia gaúcha produtiva do leite com Ministra da Agricultura

Representando a Apil/RS, Claudiomiro Cenci participou da audiência da cadeia gaúcha produtiva do leite com a Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em Brasília. Realizada na tarde do dia 26 de fevereiro, o objetivo do encontro foi a entrega de um documento elencando pontos das Instruções Normativas 76 e 77 a serem rediscutidas. Entre as entidades presentes, que formataram e assinaram o documento estavam: IGL, Fetag, Emater, Fecoagro, Cooperativa Languiru, Sindilat, Unicafes, Findesa, Farsul, Famurs, Asamvat, Avat, Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, além dos Deputados Federais Afonso Hamm, Alceu Moreira, Dionilso Marcon e Heitor Schuch. A Ministra Tereza Cristina se comprometeu a repassar os pleitos da cadeia gaúcha do leite quanto às Instruções à Câmara Setorial do Leite, em breve, já que as INs estão previstas para vigorar a partir de 30 de maio. Compreende que a implementação dos novos índices precisa ser gradual, ainda que se faz necessário consultar o corpo técnico do ministério para avaliar como isso pode ser feito, pois informou ter recebido pedidos semelhantes de outros estados. Claudiomiro argumentou, também como prefeito, a preocupação com a falta de estrutura para atender às instruções, como energia elétrica, e com a desistência de inúmeros produtores da atividade, que terá como consequência a migração para as grandes cidades. A Ministra garantiu ainda que o governo estuda a adoção de uma medida compensatória para que as importações de leite em pó da Europa e da Nova Zelândia não prejudiquem o setor lácteo brasileiro. Outros assuntos tratados: a criação de cotas com o Mercosul, o decreto da energia elétrica e a compra governamental. Crédito da foto: IGL (Instituto Gaúcho do...

Grupo de Trabalho do Leite convoca cadeia produtiva para encontro com Ministra da Agricultura

Presidida pelo deputado estadual Zé Nunes, o Grupo de Trabalho do Leite aconteceu na manhã de 21 de fevereiro de 2019 na Comissão de Agricultura da Assembleia Legislativa. Com o objetivo de discutir o atual cenário, perspectivas para o futuro, importação, medidas antidumping e as Instruções Normativas 76 e 77, o encontro reuniu os deputados Edson Brum, Ernani Polo, Elton Weber, Luiz Marenco, Capitão Macedo, Zilá Breitenbach, Jeferson Fernandes, além das entidades do setor como Fecoagro, Famurs, IGL e Fetag. Os integrantes do grupo decidiram por maioria que a retirada da medida antidumping tem efeitos negativos para os produtores de leite. O deputado Edson Brum falou sobre essa ser uma questão social da cadeia produtiva, uma vez que “União Europeia subsidia seu produtor para que ele permaneça no campo. Se tivermos evasão do campo, teremos o êxodo rural. O produtor é quem paga a conta e são esses produtores que iremos perder, os pequenos e médios produtores e consequentemente as pequenas indústrias, representada neste momento pela Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios (Apil/RS)”. Em resolução unânime, a bancada concordou que as Instruções Normativas 76 e 77, visam melhorar a qualidade do leite porém o prazo estipulado é inviável para as devidas mudanças, além de que seria necessário, primeiramente, fornecer as estruturas necessárias para posteriormente exigir resultados. O deputado Ernani Polo citou a dificuldade em sermos competitivos e nossa dependência do mercado de consumo. Defendeu ainda uma garantia mínima de um valor fixo do leite, pois “com tamanha oscilação não há como ter planejamento.” Minetto ponderou que esse é um momento de união e de pressão política. Representando a Apil/RS,...

Fetag reúne cadeia láctea para discussão das IN’s 76 e 77

A Apil/RS esteve presente na reunião da Fetag (Federação dos Trabalhadores na Agricultura no Rio Grande do Sul) do dia 18 de fevereiro, que reuniu entidades do setor lácteo para tratar sobre as Instruções Normativas 76 e 77 que entram em vigor em 25 de maio de 2019. A reunião, presidida por Carlos Joel da Silva, Presidente da Fetag, teve a colaboração do Dr. Carlos Alberto Freitas da Cosuel na apresentação dos principais pontos das INs. O que gerou maior discussão foram os relacionados aos indicadores do limite máximo para contagem padrão em placas (CPP), a temperatura do leite cru refrigerado e a assistência técnica. O entendimento é unânime de que as Instruções Normativas 76 e 77, visam melhorar a qualidade do leite. Porém, unânime também a necessidade da rediscussão desses pontos nevrálgicos e a flexibilização do prazo para adequação do produtor e das indústrias, evitando a evasão de muitos produtores de leite da atividade. A energia elétrica foi um ponto crucial levantado que necessita do empenho conjunto do governo para que se cumpra o item temperatura. Assim, uma equipe foi composta para formatar o documento a ser entregue à Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, no dia 26 de fevereiro, em Brasília. O diretor da Apil/RS, Ademar Steffenon fará parte desta equipe e Claudiomiro Cenci, do Laticínio Cenci, representará a Apil/RS, em Brasília. Na reunião estiveram presentes as seguintes entidades: Conseleite, Fundesa, SISCOOP, Fecoagro, Famurs, Emater, IGL; Secretaria da Agricultura, Dália, Codevat, prefeituras, Sicredi Vale do Rio Pardo e os deputados estaduais Elton Weber, Edson Brum e Heitor Schuch. Da Apil/RS além do Ademar Steffenon também participou a Marciane Bianchini,...

Dália alerta que 60% do leite da região não se enquadram nas normas

Cooperativa Dália, de Encantado (RS), promoveu um encontro para tratar sobre as Instruções Normativas Nºs 76 e 77 do Leite, que trata da qualidade do leite cru refrigerado. A cooperativa alertou que, se aplicadas hoje, 60% do leite da região não poderá mais ser recebido, pois não se enquadram nas normas. Leia...

XXIV Seminário Regional Técnico – Fermentech & DuPont Danisco – Lajeado/RS

A Fermentech vem realizando diversos seminários em todo o Brasil! Os eventos têm sido um extremo sucesso. Para iniciar 2019 muito bem, acontecerá o XXIV Seminário Regional Técnico – Fermentech & DuPont Danisco, em Lajeado/RS. Data: 21/03/2019 Horário: DAS 8h ÀS 18h Local: Weiand Hotel – Avenida Sete de Setembro, 745, Moinhos – Lajeado/RS. Inscrições aqui! Adquira conhecimento com os melhores profissionais do mercado no segmento de laticínios, para alavancar o resultado da sua empresa e do seu negócio.  Você não pode ficar de fora! FERMENTECH – GENTE QUE AMA...

Nota de pesar – José Luís Ipar Právia

Um dos fundadores do Festiqueijo (Carlos Barbosa), maior festival gastronômico da Serra, José Luís Ipar Právia faleceu, aos 66 anos, na madrugada de terça-feira (dia 5). Natural de Artigas, no Uruguai, Ipar (como era carinhosamente chamado), recebeu o título de cidadão Barbosense em 2016, pois residia em Carlos Barbosa há 40 anos. Proprietário da Ipar Queijos Artesanais, casa especializada em queijos finos, também chegou a presidir o conselho da ACI (Associação do Comércio, Indústria e Serviços) de Carlos Barbosa, além de ser membro do Lions Clube da cidade. Ipar era casado e tinha dois filhos. A Associação das Pequenas Indústrias de Laticínios do Rio Grande do Sul agradece a dedicação e trabalhos prestados e ratifica o voto de pesar pela grande...

Curvas de lactação: é possível produzir mais leite?

Existem três fatores chave que determinam a quantidade de leite que uma vaca produz durante uma lactação e que ajudam a analisar a variação dessa produção de acordo com o estágio de lactação.  Leia na...

Produtores de leite fazem abaixo-assinado para entregar ao presidente Bolsonaro

Produtores de leite de várias partes do país usam as redes sociais para reunir assinaturas em abaixo-assinado com a intenção de encaminhar ao presidente Jair Bolsonaro. O movimento intitulado Construindo Leite Brasil se mobiliza para defender algumas pautas da atividade leiteira, como rastreabilidade e redução de custos. Leia na...