Prospectiva 2017: Ano da Verdade

Ao encerrar-se 2016, começamos a olhar para o ano que se aproxima com o objetivo de nos programarmos e de auxiliar nossos clientes a se planejarem. Na Transpondo, estamos trabalhando com o seguinte cenário, que julgamos ser, em seu conjunto, o mais provável para 2017: 1. Os preços internacionais das commodities lácteas deverão seguir em recuperação durante o ano. As chances aqui superam 80% de probabilidade, pelo ciclo de 3 anos e pelo cenário de oferta e demanda concreto. 2. Os preços domésticos, pagos ao produtor brasileiro, deverão permanecer acima dos valores mínimos registrados agora em dezembro/2016. Há possibilidade de uma nova suba acelerada, mas apenas pelos fatores internos, ela é remota. Se, no entanto, a suba internacional se acentuar, a nossa poderá se igualar, ou até superar, a registrada no primeiro semestre de 2016. É preciso que os produtores brasileiros lembrem que os preços atuais aqui praticados continuam descolados dos preços pagos em outros países. Isso deve ensejar alerta! Qual é o cenário de planejamento para 2017: US$0,30/L para pequenos produtores e US$0,45/L para os grandes (se o USD ficar entre R$3,20-3,50). Teremos momentos acima disso, mas não podemos contar com valores maiores, pois estes já são internacionalmente altos.   Quem não tem lucro com estes preços, recomendamos revisar seu negócio, buscar assistência especializada ou trocar de atividade, antes que seja tarde demais. 3. Veremos algumas indústrias quebrarem em 2017. Embora muitas tenham tido boas margens em 2016, estas vieram para recuperar prejuízos de exercícios passados. A maioria das indústrias, via de regra, não estão preparadas para bancar altos preços à frente das vendas, como ocorreu este ano. Se...

O leite saiu na frente

 O IDEAS FOR MILK já é o maior e o mais bem sucedido evento de startups do agronegócio brasileiro. Tivemos 137 propostas de soluções para a cadeia do leite inscritas, apesar do pouco tempo e da restrita divulgação. Destas, selecionamos quarenta para apresentações presenciais em oito cidades de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul. Em cada uma selecionamos apenas uma ideia. Ao todo, reunimos as oito propostas vencedoras em Brasília, no último dia 13. Transmitimos o evento pela internet e tivemos 539 assistentes! E sabe qual foi o prêmio que oferecemos para o vencedores? Nenhum… O IDEAS FOR MILK trouxe registros interessantes. Pela primeira vez o setor leiteiro esteve presente na Feira de Inovação FINIT, que dentre outros eventos, sediou o conhecidíssimo Campus Party. Também, foi a primeira vez que doze das melhores universidades estiveram reunidas em torno de um projeto, sem a chancela do MEC e sem recursos financeiros disponíveis. Ao contrário, cada universidade participou com recursos próprios. E o mais importante: foi a primeira vez que se reuniram em torno do setor lácteo, sempre visto como o patinho feio do agronegócio brasileiro. Outros feitos inusitados ocorreram. Tivemos produtores julgando e sendo julgados. Roberto Jank e Mauríco Silveira Coelho, dois dos mais inovadores produtores brasileiros, participaram como julgadores do IDEAS, enquanto o Egon Kruger, produtor paranaense, disputou a final Campinas com a sua inovação. O ex-presidente da Embrapa Silvio Crestana, físico pesquisador em novos instrumentos, foi um dos ilustres julgadores, juntamente com o secretário de Estado da Agricultura do Espírito Santo, Octaciano Neto, que esteve na Etapa Piracicaba, para conhecer o evento, depois de ouvir...

Instrução Normativa

Prezados Associados! Abaixo a Instrução Normativa publicada no Diário Oficial, pelo governo do Rio Grande do Sul, que estabelece os aspectos operacionais relacionados à Lei do Leite (Lei Estadual nº 14.835) e os seus regulamentos. A IN define, por exemplo, a carga horária do treinamento destinado aos transportadores de leite cru, que inclui atividades práticas e teóricas com o mínimo de quatro horas, assim como as regras para o repasse de informações sobre os fornecedores de leite, as quais devem estar à disposição do Serviço de Inspeção Local e de auditorias nos estabelecimentos e nos postos de refrigeração. Além disso, a normativa prevê que o veículo transportador do produto deve ser cadastrado e contar obrigatoriamente com um adesivo de identificação. A lista com o cadastro de transportadores autorizados também deverá ser publicada no site oficial da SEAPI (Secretaria Estadual de Agricultura), somente após todos os transportadores terem passado pelo treinamento. BAIXAR INSTRUÇÃO...

Recesso de Final de Ano na Apil/RS

Informamos que não haverá expediente na APIL/RS no período de 22 de dezembro a 8 de janeiro.     “Nós devemos ser a mudança que queremos no mundo” Mahatma Gandhi       Feliz Natal!!!                        Feliz...

SOLICITAÇÃO DO SISBI

Lembramos que as empresas que utilizam o crédito presumido de 10% na compra de leite até 2 milhões, tem prazo até o dia 31/10 para solicitar adesão ao SISBI, sem o que perdem os créditos...